Leitura da vez: A Hora da Estrela

quarta-feira, dezembro 17, 2014

Faz quase dez meses desde o último livro que eu postei aqui, mas não pensem que foi por falta de ler ou algo do tipo. Além de ter esquecido de atualizar, meu tempo andava muito corrido e posts de resenhas de livros precisam ser bem elaborados para não parecer que foi “jogado” de qualquer jeito.

Li esse livro no final do ano passado (peguei emprestado de uma prima minha) e como na época não tinha blog acabei não tirando muitas fotos dele, então perdoem-me por isso.

O livro A hora da estrela conta a história de Macabéa, uma alagoana solitária e reflexiva, através da narrativa do escritor fictício Rodrigo S. M. Ainda quando criança, seus pais morrem e Macabéa passa a morar com sua tia, que lhe dá pancadas na cabeça com os nós dos dedos no intuito de educá-la. Quando sua tia muda-se para o Rio de Janeiro, ela a acompanha e arranja um emprego como datilógrafa. Pouco tempo depois, sua tia falece e ela passa a dividir um quarto de pensão com quatro moças.

Tendo uma vida miserável, Macabéa não almeja muitas coisas e se conforma com aquilo que a vida tem para lhe oferecer, seu único passatempo é escutar a Rádio Relógio durante as madrugadas. Em um certo dia, ela falta ao trabalho e resolve dar uma volta, durante seu passeio conhece Olímpico de Jesus, um metalúrgico nordestino que a convida para sair. E é aí que tudo muda. Em seu pensamento, esse é o começo de um namoro. Ela passa a exibir todo o conhecimento adquirido pela Rádio Relógio em suas conversas, enquanto Olímpico apenas relata seu desejo de ser alguém na vida.  

Em uma visita ao local de trabalho de Macabéa, Olímpico conhece a colega dela Glória e se interessa por ela no mesmo instante. Inconformada e sem saber ao certo o quanto isso a faz sofrer, ela se tranca no banheiro do trabalho e usa batom vermelho em seus lábios, para sentir como uma estrela de cinema. Envergonhada por esta situação, Glória lhe entrega dinheiro e pede para que ela procure uma cartomante para prever o seu futuro.

Confesso que quase desisti de terminá-lo por ser uma narrativa muito detalhada e monótona, os primeiros capítulos do livro são desgastantes e é preciso se arrastar até realmente se prender na personagem. Não foi uma leitura adorável, mas as reflexões que Clarice traz ao longo do livro toca fundo na alma, principalmente por ver como a vida da personagem Macabéa é sofrida. 


Título: A Hora da Estrela. Autor: Clarice Lispector. Edição: 1. Editora: Rocco. Ano: 1998. Páginas: 88. 

Onde ComprarCompare os preçosAdd no Skoob.

O que achei: 

Espero que tenham gostado.  

Quem quiser nos acompanhar, é só seguir: FacebookGoogle +YoutubeInstagramTwitter.

Au revoir. 

Veja também:

18 comentários

  1. gostei bastante de sua resenha, ainda nao li esse livro mas realmente quando a narrativa é detalhada demais fica chato ... mas eu gostei da capa ^^

    http://jackelinenuit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Jack.
      Exatamente isso, haha. Eu fico entediada com livros muito detalhados, acabo continuando só por persistência mesmo.
      Eu acho muito bonita a capa dele, principalmente por retratar a personagem.

      Beijos

      Excluir
  2. A capa não me chamou a atenção, mas pela sua resenha fiquei curiosa, gosto de livros detalhados onde me imagino no lugar perfeitamente sabe?

    Beijoos, Love is Colorful * Sorteio Lente Fisheye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa não chama a atenção mesmo, ela é super simples, mas acho bonita por retratar a personagem.
      Sério? Tente dar uma lida nele depois. Ele é bem fininho e depois das 20 primeiras páginas a leitura fica um pouco melhor.
      Sei sim, haha. Leitura detalhada te ajuda a fazer isso, a imaginar as coisas como se fossem reais.

      Beijos

      Excluir
  3. Não gosto muito da Clarice, já li algumas coisas dela mas me pareceram um tanto quanto tediosas, e me senti como você falou: sem vontade de acabar a leitura. Mesmo que sejam poucas páginas, parece muito né? kk Mas sua resenha ficou gostosa de ler. Acredito que poderia contar o livro todo por ela, adorei >.<

    Um beijo grandããão!!
    Cá do Aquela Princesa

    Não esquece de participar do concurso fotográfico, ein? To te esperando ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até gosto dela, mas nem todos os livros ou texto dela são tão bons (pelo menos pra mim).
      Você descreveu completamente o que eu senti, haha. Por menor que seja o livro, se não for uma leitura agradável torna-se enorme e chato.
      E nhooo, muito obrigada Carol ♥ Só não contei toda para não estragar o final que dá nome ao livro, haha.

      Beijos

      Excluir
  4. Esse livro é um dos mais famosos da Clarice e eu sempre procrastinando para ler! Também tenho um probleminha com essas narrativas super detalhadas, mas se o livro é bom eu não me importo. Quero muito ler esse em breve :3
    Beijo, Bruna S. ♥
    Chanel Fake Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu não sabia que era um dos mais famosos dela? Só sabia que foi o último livro publicado em vida por ela.
      É muito chato, né? Eu começo a ter agonia e uma vontade de parar de ler quando são livros assim, mas acabo continuando por curiosidade, haha.
      Leia mesmo, as 20 primeiras páginas são um pouco difíceis de ler, mas depois disso torna-se melhor a leitura dele.

      Beijos

      Excluir
  5. Nossa, quando você escreveu que ela se trancou no banheiro e passou batom vermelho pra se sentir uma estrela de cinema, fiquei arrepiada, acredita? Não sei se é por conta da minha imaginação, mas eu fiquei idealizando essa cena, o sofrimento dela no rosto e tudo mais!
    Eu sou completamente leiga com leitura, até porque tenho o péssimo hábito de não ler. Então eu nem sei essa questão de leitura desgastante, mas eu particularmente adoro detalhes, acho que só lendo pra eu saber se vou gostar. Eu gostei da capa! Simples e bonita!

    Um beijo Caliane ♥
    Garotas Comuns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu senti a mesma coisa quando li esse trecho no livro, dá até uma agonia só de imaginar a cena e todo o acontecimento, né?
      Sério? :( Eu gosto bastante de ler, principalmente por acabar alimentando a minha mente e idealizar as coisas, acho incrível o que a leitura nos causa. Eu não sei ao certo conceituar como seria uma leitura assim, mas acaba sendo aquilo que te incomoda e você arrasta bastante em ler, sabe?
      A capa é realmente bonita, sem falar que descreve bastante a história.

      Beijos

      Excluir
  6. Sempre tive curiosidade de ler esse livro *-* Gostei bastante da sua resenha <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro mudou bastante a minha perspectiva sobre a vida e outras coisas, então apesar das primeiras páginas serem ruins achei que valeu super a pena.
      E muito obrigada, Thayse. Fico feliz que tenha gostado ♥

      Beijos

      Excluir
  7. Cali, confesso que eu não sou muito de ler e eu me culpo muito por isso porque eu adooooro, mas me falta tempo! :/ Esse livro me prendeu só na resenha, viu? Apesar de você dizer que ele é cansativo, ao menos o jeito que você me contou me pareceu mega interessante! :D
    Beijinhos!
    www.vaidosaefeminina.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Bru? :(
      Por essa questão da falta de tempo, eu comecei a ler mais no caminho que faço para a faculdade ou mesmo no ônibus, já que é algo que me faz super bem.
      Então, nas primeiras páginas ele é realmente cansativo, mas depois que a história começa a desenrolar fica mais fácil e interessante a leitura.

      Beijos

      Excluir
  8. Eu gosto muito da Clarice, acho ela bem intensa, ela tinha uma maneira de escrever bem selvagem. A Hora da Estrela tem uma história linda,e bem e reflexiva, Clarice tinha o dom de nos envolver por demais numa Literatura introspectiva.

    Bjus

    blog: http://redandvintage.wix.com/home

    fã page:https://www.facebook.com/redandvintage?ref=hl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, Gabi. A Clarice tem um jeito um tanto quanto peculiar de escrever que fica até difícil de explicar.
      A história é fantástica, eu até repensei na minha própria vida depois de fazer a leitura desse livro.

      Beijos

      Excluir

Seguidores